Nova técnica de lipoaspiração a laser preserva células-tronco e reduz o tempo de pós-operatório

Luciana Camargo - 08/02/2021

One S.T.E.P Technique preserva e estimula células com capacidade reparadora na coleta de gordura que pode ser utilizada na medicina regenerativa, cirurgia de contorno corporal e em tratamentos estéticos


Foto: Divulgação

Tradicionalmente a lipoaspiração convencional, requer um prazo entre 25 e 30 dias para a recuperação do paciente. A nova técnica One S.T.E.P. reduz esse tempo em aproximadamente 90%, além de proporcionar um rápido retorno às atividades cotidianas no pós-operatório do paciente, com uma grande redução da dor devido a liberação de agentes anestésicos do próprio corpo, redução de edemas e roxos, muito comuns neste tipo de procedimento, além de grande revitalização da pele. O procedimento de alta definição e performance coleta a gordura através de luz laser específica que tem grande interação com as células do corpo.

Além de preservar e estimular as células com capacidade reparadora, obtidas na colheita desse tecido, seu uso atualmente tem inúmeras aplicações na medicina regenerativa, tratamentos de feridas complexas, queimados, reconstruções mamárias, regeneração de músculos, cartilagens, ossos e tendões, além das aplicações para a medicina estética, na remodelagem corporal, rejuvenescimento facial, mãos, enxerto de glúteos e mamas, preenchimento de sulcos faciais e regeneração capilar. 

A cirurgiã plástica Dra. Helena Zarur, pioneira no uso da técnica no Brasil e com grande experiência, irá receber em Brasília no próximo dia 11 de fevereiro, quinta-feira, cirurgiões de diferentes regiões do Brasil, para uma vivência e capacitação desses profissionais com a técnica.  O One S.T.E.P. Day Brasília, como está sendo chamado, é voltado para cirurgiões plásticos. "Vamos fazer um encontro com cirurgias ao vivo para que todos os cirurgiões fiquem atualizados e passem a realizar a técnica nas suas cidades. A ideia é que eles saiam do evento plenamente motivados”, afirma Dra. Zarur.

Custo-benefício

A técnica é baseada na fotoestimulação seletiva de tecidos (tradução livre de Selective Tissue Engineering Photostimulation) que torna o procedimento mais seguro e confortável para o paciente e proporcionar a retração da pele já no pós-operatório imediato, e estímulo na produção do colágeno, muito importante para manter a pele mais firme.

"Através da colheita da gordura com a técnica One S.T.E.P, com o uso do laser, obtemos tecido rico em células com poder reparador foto estimuladas, com grande potencial regenerativo, mais benéficos do que as colhidas pelas lipoaspirações convencionais. As enxertias realizadas através desta técnica proporcionam maior efetividade e melhor qualidade, pois são definitivas e em muitos casos melhoram a qualidade geral da pele enxertada. É diferente do que acontece com o uso de preenchedores sintéticos, em especial o ácido hialurônico, que tem duração e efeitos limitados", explica a Dra. Zarur.

Ela avalia que a experiência com a técnica One S.T.E.P. é sempre positiva. "Os benefícios para o paciente, em relação às tecnologias anteriores, são inegáveis em todos os aspectos, tanto quando estamos falando de recuperação, quanto de resultados e de usos regenerativos, reconstrutores e estéticos", determina.

  • Compartilhe:
  • @