bars

Pirenópolis - o paraíso ecológico - De Brasília

Follow

Andre-lrm, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons
Thanyeres Pammy Canaes 12/10/2021

Com um estilo arquitetônico colonial, preservando o que se tinha durante o período do Império no Brasil, Pirenópolis é o verdadeiro paraíso ecológico de Goiás.

Esta cidade é muito procurada por quem mora em Brasília, e pode oferecer charme e aconchego, sendo de fato um local que proporciona encantamento a quem a visita.

Além disso, seus moradores são muito hospitaleiros, ela é cercada por morros e cachoeiras e que foi tombada como patrimônio histórico nacional.

Quer saber mais sobre esse verdadeiro paraíso ecológico bem próximo à Brasília? Então basta continuar lendo este texto até o final!

Aqui será possível descobrir mais sobre sua história, alguns pontos turísticos, gastronomia, e muito mais! Confira!

Sobre Pirenópolis

Localizada entre as duas principais cidades do Estado de Goiás (Brasília e Goiânia), Pirenópolis é repleta de pontos naturais que vão fazer você se apaixonar e querer voltar muitas vezes.

Fundada em 07 de outubro de 1727 por imigrantes portugueses, foi inicialmente batizada de “Minas de Nossa Senhora do Rosário de Meia Ponte”, passando a chamar depois apenas “Meia Ponte” e por fim recebendo seu nome atual.

Seus primeiros moradores chegaram no local em busca do garimpo de ouro, principal prática econômica da época, mas antes ela era habitada por povos indígenas da tribo Xavantes, da nação caiapós.

Explorada de maneira considerável durante o ciclo do ouro, ela passou por um período de estagnação após o ano de 1800, mas começou a se reerguer com o passar do tempo e foi se especializando na agricultura, artesanato e por fim no turismo.

E Pirenópolis pode atender às necessidades tanto de quem vai para passar somente um dia, quanto para aqueles que buscam sossego durante suas férias.

Com muita história para contar, a cidade se transforma em um local perfeito para quem aprecia a natureza e também deseja conhecer um pouco mais das antigas tradições do Brasil.


O que fazer por lá?

Pirenópolis possui diversas atrações para os visitantes, sendo que, começar por uma visita ao Centro Histórico pode ser interessante, afinal o melhor da arquitetura imperial se encontra por lá.

Ele conta com muitos casarões coloniais, calçadas de pedras, portas e janelas muito coloridas e pintadas com todo o capricho e, iniciar a visita a partir da Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, pode garantir um cenário incrível para belas fotos com a cidade de fundo.

Além disso, há também os prédios do Cine Pireneus, o antigo Teatro de Pirenópolis e a Casa de Câmara e Cadeia, local que atualmente recebe o Museu do Divino.

Outros pontos históricos da cidade são:

- Igreja de Nosso Senhor do Bonfim;

- Igreja e Museu de Arte Sacra Nossa Senhora do Carmo;

- Ponte do Rio das Almas;

- Ponte Pênsil Dona Benta.

 

Agora no que se refere às belezas naturais, saiba que inúmeras cachoeiras também podem ser apreciadas por lá, sendo que há mais de oitenta opções para quem deseja um banho refrescante e com uma vista fantástica.

A maioria conta com boa infraestrutura para os visitantes e, o acesso a elas é quase sempre tranquilo, ou seja, não existem muitas trilhas a percorrer para chegar ao destino.

E há alternativa inclusive para quem não deseja de modo algum enfrentar uma trilha longa, afinal alguns trajetos foram pavimentados.

As cachoeiras mais procuradas por turistas são:

- Cachoeira do Abade;

- Cachoeira do Lázaro;

- Cachoeira Santa Maria;

- Cachoeira do Rosário;

- Complexo da Cachoeira Paraíso;

- Cachoeira do Lobo;

- Cachoeira dos Dragões.

Por fim, se o que você procura é saber mais sobre a história local, tenha ciência de que Pirenópolis ainda conta com diversos pequenos museus, dentre eles o Roda do Tempo, que fica aberto todos os dias em horários flexíveis.

Ele possui peças que remontam a história dos veículos de duas rodas, com um extenso acervo que permite até mesmo aos não apaixonados por motos e bicicletas, se encantarem com o local.

Há também o já citado Museu do Divino e o Museu das Cavalhadas, ambos com foco na principal festa religiosa da cidade: a Festa do Divino.

Porém se você deseja apreciar a noite na cidade, saiba que os melhores dias são as sextas e os sábados, momento em que os turistas chegam e começam a animar as ruas, bares e restaurantes, os quais colocam mesinhas nas calçadas e servem vinhos e cervejas artesanais.

Mas a cidade também dispõe de um bom momento para quem prefere a tranquilidade do interior, sendo que nos demais dias da semana, suas ruas ficam bastante sossegadas, dando aquele ar pacato, perfeito para descanso.

O que comer em Pirenópolis?

E não são apenas os locais históricos, os naturais, o charme e a hospitalidade que chamam atenção de quem procura visitar Pirenópolis. A gastronomia tradicional da região também é um dos fatores que levam muitas pessoas até lá o ano todo.

Dentre as principais iguarias estão os pratos à base de pequi, mas as galinhadas, o empadão goiano, as pamonhas doces ou salgadas e os biscoitos também são muito solicitados e não deixam nem um pouco a desejar.

E se o que você deseja é algo para acompanhar as cervejas ou vinhos produzidos na região, saiba que as opções mais pedidas são as carnes de lata e os mais variados ingredientes feitos na chapa.

Alguns dos restaurantes especializados na gastronomia tradicional goiana são:

- Fazenda Babilônia;

- Venda do Bento;

- Tempero do Rosário.

 

Há ainda visitantes que buscam saborear pratos mais elaborados, dignos de restaurantes internacionais. E estes também não vão se decepcionar com a vasta gama de alternativas na cidade.

Para agradar a todos os gostos e bolsos, Pirenópolis costuma sempre realizar festivais gastronômicos, mas possui inúmeros locais com cardápios caprichados, preparados por chefs renomados.

Produtos locais

E todos que visitam Pirenópolis e se apaixonam, logo pensam em levar algo dela para seus lares. Assim, saiba que ela oferece muitas lojas onde é possível adquirir peças de artesanato ou então da culinária típica.

Alguns dos itens mais tradicionais, procurados por visitantes são os mascarados das cavalhadas, as pombas da festa do Divino Espírito Santo e os tecidos coloridos.

Agora se você quer também adquirir deliciosos quitutes, os mais procurados são os biscoitos e doces caseiros, os itens feitos à base de castanha de Baru, além dos vinhos, que são verdadeiramente saborosos.

 

No decorrer deste post você pôde conhecer um pouco mais sobre Pirenópolis, o paraíso ecológico em Goiás, assim como seus principais pontos turísticos, gastronômicos e produtos locais.

Caso queira compartilhar sua experiência durante a visita por lá, não deixe de enviar seu comentário!