• Sexta-Feira, 04/12/2020
  • Brasília, C
Entretenimento, informação, crônicas, horários de ônibus e muito mais. Tudo em um só lugar.
Brasília é Aqui: Entretenimento, informação, crônicas, horários de ônibus e muito mais. Tudo em um só lugar.

Brasília antes e depois da COVID - De Brasília

Em meio à crise vivenciada nos dias de hoje, onde a preocupação com a contaminação tem sido um dos principais fatores que levam muitos estabelecimentos a mudarem suas estratégias, diversos comerciantes de Brasília se reinventaram para continuarem suas atividades.

Em todo o território nacional, diversas lojas, bares, restaurantes e hotéis interromperam os atendimentos até que a crise comece a ter um maior controle.

Porém, neste post você verá como era Brasília antes e como está depois da COVID, em relação à gastronomia, turismo e lazer. 

Gastronomia

Antes de o mundo ser acometido pela grande crise do coronavírus, Brasília era considerada um dos maiores polos nacionais de gastronomia, contando com uma enorme variedade de bares, restaurantes e lanchonetes.

Desde as opções mais sofisticadas, com pratos assinados por grandes chefs de cozinha, até os locais mais simples, mas que também serviam refeições de grande qualidade.

Mas no dia 19 de março de 2020, o Governo do DF divulgou um decreto que proibia o funcionamento de bares e restaurantes, sendo uma medida para que se conseguisse combater a contaminação pelo coronavírus.

Porém, apesar de ter uma forte tradição no ramo da gastronomia, sendo especializada em culinária típica de todo o país, Brasília acabou por ter uma queda nas vendas deste setor de 80%, sendo que antes da chegada da doença na cidade, já havia sido percebida uma diminuição de 70% no faturamento deste tipo de estabelecimento.

Uma das saídas que diversos empresários tiveram para continuar suas atividades foi trabalhar com o serviço de delivery ou de take off, onde os consumidores fazem o pedido e retiram a encomenda no restaurante.

Para que esse sistema pudesse se tornar possível, algumas adaptações precisaram ser feitas no cardápio de muitos estabelecimentos, tanto para os alimentos quanto para as bebidas, para que somente fosse comercializado o que não sofresse perda de qualidade com o sistema de embalagens para transporte.

Além disso, ao fazer a entrega para o cliente, o funcionário ou entregador faz a higienização da maquininha com álcool em gel, o qual também pode ser usado pelo cliente para limpeza das mãos e do cartão.

Outro sistema que já era bastante popular em restaurantes de fast foods, mas que passou a ser implantado em outros estabelecimentos após a quarentena, foi o drive thru, onde o cliente não precisa descer de seu veículo para realizar o pedido e recebê-lo.

E alguns profissionais especializados em eventos passaram a ofertar cursos online para casais ou quaisquer pessoas que tivessem interesse em aprender a culinária do dia a dia, para que se fizesse capaz de cozinhar alimentos mais saudáveis, sem conservantes e ter também uma atividade diversificada durante o período de paralização.

Atividades de lazer

Agora com relação às opções de lazer em Brasília, devido ao decreto já mencionado anteriormente, diversas atividades culturais foram fechadas, forçando os brasilienses a adotarem uma nova rotina, com reuniões virtuais, atividades físicas sem sair de casa, etc.

No entanto, existem inúmeras opções que podem ser aproveitadas pelos moradores para que consigam se divertir mesmo durante o período de isolamento social.

Dentre estas opções está o Cine Drive-in, um dos poucos locais relacionados à cultura que ainda está em funcionamento durante a pandemia. 

Este local teve seu funcionamento liberado, pois é possível assistir aos filmes sem sair do carro. Isso faz com que os espectadores não tenham contato entre si, sendo uma excelente maneira de diversão sem que haja contaminação pelo vírus.

Os clientes só precisam sair do carro para adquirir os ingressos. Porém é preciso estar atento, pois a lanchonete do local não está em funcionamento.

Além desta opção, é possível ainda aproveitar parques e praças para realizar atividades físicas, como corridas e caminhadas, sempre se lembrando de evitar aglomerações e de manter o distanciamento solicitado pelos órgãos de saúde, utilizar máscaras e álcool gel.

Outra excelente opção de lazer que se pode fazer em Brasília durante o período de pandemia é frequentar as feiras e comércios de rua que, por serem ao ar livre, oferecem a chance de passeio para moradores e turistas.

Turismo

Agora, devido ao fato de os principais estabelecimentos turísticos de Brasília estarem fechados, uma estratégia criada pela Secretaria do Turismo local foi desenvolver um tour virtual.

O tour virtual se trata de um passeio cultural por dez dos principais pontos da cidade, onde é possível visualizar as imagens e ler uma breve descrição histórica sobre o local, conhecendo obras, arquitetura, etc.

É uma maneira criativa para se adequar a essas mudanças, sem que a cultura fique esquecida, afinal ter acesso às artes e informações é essencial para o bem-estar do ser humano.

Os dez pontos que se consegue visitar através do tour virtual são:

  • Complexo Cultural da República, que é localizado em um dos pontos centrais da cidade e é composto pela Biblioteca Nacional e pelo Museu Nacional;
  • Teatro Nacional Cláudio Santoro: dono da fachada que possui uma das maiores obras de arte integradas à arquitetura, o Teatro foi batizado com o nome de Cláudio Santoro, maestro, compositor e fundador da Orquestra Sinfônica de Brasília e é um dos principais templos de cultura da cidade;
  • Complexo Cultural da Torre de TV, que oferece uma belíssima vista panorâmica da cidade;
  • Clube do Choro, o qual já contou com apresentações dos mais renomados instrumentistas nacionais;
  • Planetário, uma excelente oportunidade para conhecer o espaço sideral e descobrir mais sobre a criação do universo;
  • Cine Drive-in, o qual já foi citado anteriormente;
  • Cine Brasília, inaugurado em 1960, ele é responsável por apresentar o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro;
  • Espaço Cultural Renato Russo que oferece salas e galerias para apresentações artísticas e culturais das mais diversas manifestações;
  • Centro Cultural Banco do Brasil, que oferece shows, exposições, espetáculos de teatro e festivais de cinema;
  • Centro Cultural da Caixa, com amplas galerias, jardim de esculturas, átrio de vitrais e etc. Este é considerado um dos principais centros culturais do DF.

Quem quiser conhecer a fachada destes pontos, poderá se aventurar por uma viagem à Brasília. Porém, existem ainda opções em cidades próximas, como hotéis fazenda, parques e muito mais.

 

Neste post foi possível entender um pouco de Brasília antes e depois da COVID, como está sendo o funcionamento de seu polo gastronômico e algumas opções de turismo e lazer para apreciar durante a quarentena.

Aproveite!


Horário de Onibus

Indique o número da linha ou nome da cidade.

Informações disponibilizadas por Horário de Onibus DF

www.horariodeonibusdf.com.br